domingo, março 23, 2008

Coisas de mãe

E o dia está prestes a chegar ao fim... e a tosse não me larga.
O almoço familiar foi tão agradável: barulho dos sobrinhos, conversas cruzadas e muitas, muitas risadas. Estes encontros familiares são importantes para mim, agora que decidi distanciar-me de certos assuntos... principalmente da parte de uma das pessoas que mais amo, protejo e... muitas vezes... chateio e me angustio.
A distância moderada é eficaz mas, nestes dias, pode ser penosa... Ouvi coisas que não gostaria mas... mãe, a minha mãe... enfim... é uma mulher espantosa. É um dos pilares do que hoje sou e, por isso, tenho de sorrir e fazê-la compreender que tenho a minha vida mas que estarei sempre com ela. Será que ela vai compreender - algum dia - que cresci? Parece que vou continuar a sorrir sempre que damos as mãos. Isso é o mais importante.

Vou acenar a bandeira branca e amanhã vou convidá-la para almoçar :)
Cof cof cof ... lareira acesa... chá.

8 comentários:

as velas ardem ate ao fim disse...

Fazes tu mto bem!Um bom almoço e boa semana!

bjo L

A menina do bairro disse...

a tua mae é a coisa mais preciosa que podes ter acredita! e eu conheço a tua é é linda!

Dias disse...

Bandeira Branca? Hum, se ainda é necessaria uma bandeira-branca é porque ainda não estás suficientemente crescida, e as Mães sabem-no tãooooo bem :)

Um beijo cheio de força

mixtu disse...

ai, ai...
um lentinho quente com uma gema de ovo que isso passa...

abrazo serrano

Carraça disse...

Para os nossos pais serem sempre pequenos e indefesos... enfim coisas de pais, que um dia iremos perceber bem melhor!!!
Bjs

... o lugar que eu sou disse...

E sabe tão bem um colo de mãe...

Enfim... disse...

todas as mae assim são custa perceberem que crescemos e que não somos mais a criança que nos deixaram ser e nos ensinaram a ser, fizeram de nos mulher e isso doi quando se trata de distancia mesmo que não muita.

Beijinhos

Barqueira disse...

Ter uma mãe que o sabe ser cura todas as feridas. :)