segunda-feira, março 17, 2008

Erro

Temos de reajustar. Tenho um plano.
Os dias correm a maratona e eu bato palmas. Prefiro o palco da minha vida... não sou espectadora. Julgo que a nossa história, arquivada na nossa memória, é a caixa de segredos da nossa personalidade. Ninguém é por si só autor da sua história.
Muitas vezes, nem sequer protegemos aqueles que amamos. Os meus maiores erros não foram cometidos enquanto navegava nas águas calmas da emoção, mas enquanto atravessava os vales da ansiedade... São nesses momentos que dizemos palavras que nunca deveriam ser ditas. Em tudo na vida.
Ontem adormeci angustiada... o dia foi violento no que toca à questão do erro. Não consigo dissociar a minha vida privada da minha vida profissional - há tanta coisa que remeto constantemente para uma ou para a outra. Mesmo os educadores que mais amam cometem falhas importantes. Quem educa ama e quem ama erra.

6 comentários:

marta saldanha aldim disse...

Seja o que for que tenha acontecido, continuas a ser uma excelente pessoa e profissional.
Os erros fazem parte da vida. É com eles que crescemos!
Beijinho

Boop' disse...

Quem ama erra...
Quem não ama errará mais!

A menina do bairro disse...

não há erro há crescimento!

Dias disse...

... e quem erra corrige, reequilibrando-se.

Abraço forte

mixtu disse...

e errar.. quem não erra
o importante é amar, verdadeiramente amar...

abrazo serrano

Barqueira disse...

Texto bem delineado com o qual concordo e assinaria se fosse um "anbaixo assinado. :)

Boa Páscoa seja ela a da Fé ou a da passagem de Estação.
Páscoa é sempre passagem da morte para a vida.