quinta-feira, março 27, 2008

Segredos


Gostaria que não houvessem segredos entre mim e os meus amigos. Todos têm os seus segredos.
Gostaria de não ser tão ansiosa.
Gostaria de saber parar os pensamentos que me tiram a tranquilidade à noite.
Não conheço nenhum génio da lâmpada... hummmm! ... por isso, resta-me continuar a caminhar e a sorrir como se nada me agredisse. No fundo, atrás da minha figura "flor de estufa" está esta mulher que sabe o que não quer para si. E todos os dias acrescento sempre qualquer coisa a esta lista.
O que é mais importante? Saber o que se quer ou saber o que não se quer? As duas coisas implicam o mesmo mas qual delas tem bases mais fortes? ... ou não há diferença entre elas?

9 comentários:

Boop' disse...

Serão segredos ou apenas o direito à privacidade e à intimidade.
E olha... Acho que não é a mesma coisa! Saber o que não se quer e o que se quer.
Muitas vezez antes de saber o que se quer... consegue-se perceber o que não se quer... já não é mau!
Dificil é saber exactamente o que se quer! Pelo menos eu acho! Até porque nem sempre parecemos querer a mesma coisa...

Mab disse...

Há segredos que os sonhos guardam, transformam, desvendam!
Procura nos teus sonhos o que queres! Pode ser que te surpreendas com o que encontras.

mixtu disse...

saber o que não se quer
sem dúvida
segredos... são para guardar e nisso os homens levam vantagem às mulheres, parece-me

abrazo serrano

Enfim... disse...

sem duvida o saber o que queres lol
Beijinhos

marta saldanha aldim disse...

Ao ler este texto, lembro-me de mim.
Também eu sou ansiosa, também eu gostava que os amigos partilhassem mais, também não consigo parar de pensar ao adormecer.
Sinto que a minha cabeça precisa de algum descanso, mas não consigo parar.
Saber o que se quer e o que não se quer faz parte da nossa descoberta, da nossa personalidade, da nossa vivência, do nosso dia-a-dia.
Gosto de descobrir o que não quero. Só assim, me posso aperfeiçoar. Mas aperfeiçoar para quê? Para chegar ao que quero!
Acho que as coisas se completam!
Beijo
Marta

A menina do bairro disse...

estou nesse caminho amiga!

as velas ardem ate ao fim disse...

Esta tudo bem??

um bjo

Pedro Branco disse...

Estava o mar calmo, na sua caminhada à luz do dia entre o impossível e as mãos e os pés. Sentei-me junto às conchas, na frescura da limpidez que ia e vinha, entre cantos do fundo da vida. Sereno me deixei cair para trás e o sol abafou-me os olhos. Sorri. Sou livre. Não quis ficar nem partir. Não quis nada. Tudo naquele momento era o maior segredo que se anunciava ao mundo como uma cor...

... o lugar que eu sou disse...

Nestes momentos descobrimos forças onde julgávamos não existirem. Coragem e força!

Bjs