segunda-feira, agosto 20, 2007

Vento

Voltar ao lugar onde passei anos e anos de férias depois de uma interrupção de 3 anos é, no mínimo, estranho.
Logo que cheguei fiz o percurso habitual: praia, escadaria, areia... À noitinha andei pelas ruas e voltei à praia. Para minha surpresa algumas coisas mudaram para melhor: praia mais limpa (aparentemente!), parques infantis, lojas novas, mini-golf arranjado... Para minha tristeza algumas coisas desapareceram ou estão a desaparecer: um cãozito que eu ia ver todos os dias desapareceu (talvez tenha morrido de velhice - fiquei com o coração pequenino!), duas pessoas que eu conhecia também morreram, outras estão na mesma... como a lesma.
Nisto tudo e em poucas horas de observação sinto as recordações a saltitar dentro de mim. É bom, tendo em conta, que estou só e posso escolher as memórias que me apetecem... com tempo. Tempo é o que não me falta.
O que torna isto tudo ainda mais interessante é que tenho a companhia dos meus sobrinhos e digo-vos... estão a crescer. A ela... já posso contar os meus segredos que ela guarda com muito cuidado. Deliciosos momentos. Ficarei muito pouco tempo mas será suficiente para perceber que há coisas que não mudam jamais.
Escrevo o que sinto... tendo em conta como as coisas embatem no meu mundo. Há pouco disseram-me que escrevo coisas distorcidas da realidade. Será? ... Repito... é o que sinto. Até quando, não o sei mas até ao dia em que acordar e ver o mundo de maneira diferente.
Ligação com Vento em www.simemusica.blogspot.com