quinta-feira, novembro 06, 2008

Os porquês


Às vezes pergunto-me o que terei de fazer para sentir o perdão. Não é preciso ser-se muito inteligente para perceber que tenho de me perdoar a mim mesma... O que me embrulha é um papel bonito mas cá dentro há de tudo. E não sinto qualquer tipo de ressentimento apenas ... às vezes... sinto que vivo ainda muito o ontem e pior... vivo muito o agora... e ainda pior, mas muito pior... já faço grandes filmes para o futuro.


De vez em quando consigo ser humilde e saborear o agora como se não houvesse o 'até já'.


Desde que ensino no colégio, todos os dias ao final do dia, sem excepção (com chuva e trovoada ou Sol radioso) passo por um senhor dos seus sessenta e muitos anos (talvez!). Todos os dias, no mesmo sítio - posso dizer quase com toda a certeza que é no mesmo sítio milimetricamente - o vi a acenar para certos carros que passavam. Não sei porque razão mas... perturbava-me. Não gostava de passar por ele e vê-lo desaparecer no visor do carro a olhar para mim com uma expressão confusa. Até que... ele mudou de sítio porque uma prostituta tomou o seu lugar. Agora está perto de um cruzamento de grande movimento e... deu-se o clic! Enquanto esperava a minha vez de prosseguir caminho reparei que alguns carros apitavam ao senhor e os condutores acenavam esperando a resposta. A resposta do senhor de sessenta e muitos anos: acena e esboça um sorriso tão sincero.

Bem... escusado será dizer que actualmente quando passo por ele, exausta, aceno-lhe e sorrio. Muito mais poderia especular sobre a vida do senhor - porque está no mesmo sítio, todos os dias? - mas prefiro viver o momento. É um cenário feliz, desta forma.

10 comentários:

Boop disse...

Também passo por esse senhor muitas vezes...

marta saldanha aldim disse...

Esse senhor arranjou forma de viver o momento...
Beijo
Marta Sal

O Profeta disse...

Esta humilde folha solta
Este Vento que fala docemente
Abre-se a alegria da terra
Ai este Sol de sorriso presente

Um manto tecido pelas brumas da manhã
Uma mão segue o Sol outra a emoção
O orvalho que dança no celeste
Ganha a cor da exaltação



Convido-te a pintares o teu olhar com as cores do arco-íris


Bom fim de semana




Mágico beijo

croqui disse...

é sem dúvida um cenário feliz!
não custa nada dar o que ele dá não é? muito menos receber! e afinal de contas é tanto...

ah, e quanto a esse de vez em quando q por vezes consegues... com "treino" vais conseguir prolongá-lo ;-)

Mab disse...

Por dentro há de tudo...
Provavelmente é isso que te faz bonita!

Miudaaa disse...

Tudo o que quiseres para os teus dias tu consegues... basta acreditares em ti.

Faz como eu. Fecho os olhos com muitaaa forçaaa, muitaaa, muitaaa, muitaaa e digo EU QUERO :)

Quando passares pelo senhor, diz-lhe em voz alta... a miudaaa manda-te um beijo. Boa ???

Bom Fim de Semana.
Um beijo na tua Bochecha do lado direito :)

mfc disse...

Olá...
Há que tempos!

É bom sempre sorrir.

Pedro Branco disse...

É um aconchego nocturno (se é o mesmo que estou a pensar).

Procura uma música dos Donna Maria que fala sobre ele. Ficava bem junto a este post.

Beijo

as velas ardem ate ao fim disse...

Penso que deve ser o mesmo senhor que conheço de tb ver e que só quer um aceno.

um bjo

Dias disse...

Parava pelo Saldanha no inicio do seculo, agora tem vista para a casa mais colorida do processo Casa Pia.

Gosto de o ver, quase todos o gostam depois das "apresentações", mas raros são os que lhe respondem.

Por mais iscos de Amor que nos lancem...

Aceno-te uma vénia, porque escreveste um optimo Pots