terça-feira, maio 29, 2007


DESCULPA... SEI QUE TE MAGOEI. Não voltará a acontecer. Abraço.

6 comentários:

beco04 disse...

Sei que não era para mim... mas perdoar-te-ei a seu tempo, assim como tu me fizeste em tempos... lembras-te? Do que falo??? Pensa.
Talvez pela montanha russa q tem sido a minha vida nos últimos tempos (agradável note-se... e já com quase 6 kilos...), há muito q não pensava numa frase que me encantou há muitos anos e q sempre tentei traduzir nos q me rodeiam, e no sábado, do nada, ela surgiu:
Um amigo é um irmão que podemos escolher!
Eu, quando os escolho é para a vida (como sabes são poucos e "escolhidos a dedo", por isso dou tudo o q posso por esses poucos, bem ou mal escolhidos... passam a ser irmãos).

Faz as tuas escolhas e defende-as com a vida... sem pressões, sem influências, sem medo das consequências... mas de forma consciente, pura e sensata como sempre te conheci.
Bjs

menina das sardas disse...

dizem que as desculpas não se pedem... evitam-se... mas é bom ter coragem para admitir que erramos e dizer essa palavra que custa a tanta gente... só por isso, parabéns!

bj

Cristina disse...

"Porque é longa a minha sede..."

mixtu disse...

Estás desculpada, isto é, encontrei o moço há bocado, ele estava triste mas ía te perdoar se tu publicamente te retratasses, ora cá está o post...
agora é assim, não o voltes a magoar...
yayya
abrazo europeu

Marta Saldanha Aldim disse...

Se a quem pedes desculpa, é de facto, teu amigo, então não temas! Pode custar um pouco, mas a pessoa vai acabar por perceber que a amizade e o amor superam muitas coisas. E quando estas duas coisa pesam mais que o "ferimeto", acho que, o melhor a fazer, é continuar uma vida de amizade, amor, interajuda, compreensão, compaixão, partilha, etc, do que passar o resto da vida a dizer "Tu desiludiste-me!"
A melhor paga para a amizade, é a amizade.
O melhor gesto de amizade, é continuar a ser amigo, mesmo que nem sempre façamos as coisas como deverião ser!
Força!
Estou cá para ti! Beijo
Marta

100 Sentidos disse...

Às vezes acontece...